Plenário do Senado Federal durante sessão deliberativa ordinária. Toma posse em Plenário, segundo suplente do senador Blairo Maggi, da representação do Estado de Mato Grosso, convocado em virtude de licença do primeiro suplente, senador Cidinho Santos, Manoel Antônio Rodrigues Palma (PR-MT).Participam:senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA);senador José Medeiros (Pode-MT); senador Lindbergh Farias (PT-RJ).Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

Rodrigues Palma toma posse no Senado Federal

Rodrigues Palma (PR/MT) tomou posse como senador da República na tarde desta quarta-feira, 02. Eleito segundo suplente de Blairo Maggi para o Senado em 2010 na chapa que conquistou mais de um milhão de votos, assume o lugar de Cidinho Santos (PR/MT), que se licenciou por quatro meses.

Rodrigues Palma foi deputado constituinte e permaneceu na Câmara Federal por três mandatos consecutivos, entre 1987 e 1998. Também foi prefeito de Cuiabá e deputado estadual. É a primeira vez que assume o mandato de senador.

“Assumir o mandato é coroar uma vida pública iniciada em 1975, sempre com a missão de ajudar o Mato Grosso a ser um estado-solução. Trabalharei junto com a bancada para que a população seja beneficiada pela riqueza produzida no Mato Grosso, com mais saúde, educação e segurança pública, e ajudar a construir um Brasil justo, sério, com melhores condições de vida para o nosso povo”, afirmou o senador.

Em discurso, o líder do Bloco Moderador senador Wellington Fagundes (PR/MT) homenageou o senador Rodrigues Palma. “É um filho legítimo da cultura cuiabana, daquilo que ela tem de melhor, de mais representativo e de mais generoso. Muito honra a representação política do nosso estado e, com certeza, dará uma contribuição fantástica ao país”, disse.

Wellington relembrou os projetos de urbanização da capital mato-grossense durante a gestão de Rodrigues Palma, como a pavimentação de 90% das vias, construção de praças, centros comunitários, escolas e espaços de lazer, além da construção do Pronto Socorro de Cuiabá. “É considerado um dos melhores prefeitos que Cuiabá já teve”.

O senador licenciado Cidinho Santos também foi homenageado por Wellington Fagundes. “Honrou cada minuto do seu mandato e deixa conosco uma marca de admiração, de boa convivência aqui no Parlamento. É um dos líderes políticos importantes do Mato Grosso, é digno representante do agronegócio e do municipalismo e pretendemos honrá-lo aqui no Senado”, ressaltou.

Biografia

Manoel Antônio Rodrigues Palma é casado com Maria Alice Garcia Palma, pai de quatro filhos e avô de 8 netos. É bacharel em Direito pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Foi prefeito de Cuiabá entre 1975 e 1979 e deputado estadual entre 1983 e 1987. Foi eleito deputado constituinte e, a partir de 1987, atuou na Comissão da Família, Educação, Cultura e Esportes, da Ciência, Tecnologia e Comunicação; na Comissão de Sistematização; e na Subcomissão da Ciência e Tecnologia e da Comunicação.

Foi reeleito para a Câmara dos Deputados em 1990 e em 1994, exercendo o mandato de deputado federal por três legislaturas consecutivas, sempre membro da Comissão de Constituição e Justiça.

Filiado ao Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), se destacou como secretário-geral do partido entre 1988 e 1991, como presidente nacional do partido e líder do PTB na Câmara em 1993, como vice-presidente do diretório nacional do PTB em 1994 e como secretário-geral do partido e vice-líder do Governo na Câmara em 1996.

Rodrigues Palma também ocupou o cargo de secretário nacional de Apoio Rural e Cooperativismo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento em 2000, e a função de secretário-adjunto de Desenvolvimento Rural em 2010, durante a gestão de Blairo Maggi à frente do Governo do Mato Grosso.

 

Com informações de Ohanna Patiele|Senado da República