• Home
  • Transito
  • Por falta de pagamento empresa suspende serviços de fiscalização eletrônica em Rondonópolis
Foto: Macsuel Oliveira

Por falta de pagamento empresa suspende serviços de fiscalização eletrônica em Rondonópolis

Por Jeverson Missias – Da Redação

A fiscalização eletrônica de Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, presentes nas ruas e avenidas de maior movimento de  há cerca de cinco anos, não está em funcionamento por falta de pagamento da prefeitura à empresa que presta o serviço.

Os radares de fiscalização eletrônica são administrados pela Talentech do grupo GTO. Os vereadores fizeram uma denúncia de que a empresa responsável pelos radares suspendeu os serviços após a prefeitura permanecer inadimplente por aproximadamente 120 dias.

A Secretaria de Transporte e Trânsito informou por meio de nota que os radares voltarão a funcionar assim que os repasses forem feitos à empresa, e que só não foram feitos por necessidade de readequações nos relatórios apresentados à empresa.

Os equipamentos de fiscalização eletrônicos tem como função controlar e punir quem excede a velocidade permitida.