• Home
  • Polícia
  • Acusado de matar dona de bar em Juína se entrega a polícia
foto:reprodução/facebook

Acusado de matar dona de bar em Juína se entrega a polícia

Ex-Companheiro apontado como autor do feminicídio ocorrido no último sábado (23),  em Juína (735 km de Cuiabá),  foi preso nesta terça-feira (27), após se entregar na Delegacia de Polícia Civil. Ronaldo Vieira de Novaes, de 23 anos, matou a facadas sua ex-companheira Maria Cruz Ramos, 53 anos, no bar Barakat Drinks de propriedade da vítima.

Testemunhas do crime, ajudaram a polícia a identificar Ronaldo Vieira como autor do crime, uma vez que ele não aceitava o término do relacionamento com a vítima, com quem convivia a cerca de um ano. Segundo informações durante uma pequena discussão com a ex-companheira, o suspeito tirou a faca da cintura e desferiu pelo menos 10 golpes contra a vítima e fugiu após ser acertado com um banco por uma das testemunhas.

Com o autor do crime identificado, o delegado Marco Bortolotto Remuzzi, representou pela prisão do suspeito, já na manhã de domingo (24), decretando  ordem de prisão no final do dia. As equipes de segurança tentaram localizar o suspeito na região, porém não obtiveram êxito.

Ronaldo já havia sido preso recentemente por agredir Conceição e estava proibido judicialmente de se aproximar do estabelecimento dela. “Apesar de passado o período de flagrante, o suspeito permaneceu preso em força do mandado de prisão preventiva, fato que só foi possível graças a rápida ação policial e da Justiça”, destacou o delegado.

Este é o 19º caso de feminicídio registrado em Mato Grosso neste ano. Para denunciar casos de violência contra a mulher o contato pode ser feito pelo disque denúncia 180.

Por Samara Moura