• Home
  • Brasil
  • 69 Refugiados venezuelanos desembarcam em Cuiabá nesta sexta
Antonio Cruz/Agência Brasil

69 Refugiados venezuelanos desembarcam em Cuiabá nesta sexta

Transportados num avião da Força Aérea Brasileira que decolou de Boa Vista, em Roraima. Os 69 venezuelanos refugiados, desembarcaram nesta sexta-feira (6), em Cuiabá. Acolhidos pela casa Pastoral do Migrante em Cuiabá, que há 27 anos é o principal local de acolhimento para os que chegam na capital, tentam fugir da crise econômica e política instalada na Venezuela.

Segundo a padre Pedro Freitas Rodrigues, da Pastoral do Migrante, os refugiados devem ficar alojados na sede da pastoral no Bairro Carumbé. Na casa, que é referência entre os estrangeiros, quem chega pode ficar por 45 dias, podendo ser estendido conforme a necessidade de cada um.

O processo de interiorização dos imigrantes é organizado pelo governo federal, através de um pedido da Organização das Nações Unidas (ONU), numa tentativa de lidar com o intenso fluxo de venezuelanos que estão cruzando a fronteira pelo estado de Roraima fugindo da fome, da crise econômica, da falta de emprego e do regime politico de Nicolás Maduro.

Segundo a Casa Civil, os imigrantes aderiram de forma voluntária ao processo para buscar oportunidades de trabalho em outras partes do país. E foram imunizados contra doenças como sarampo, caxumba, rubéola, febre amarela, difteria, tétano e coqueluche.

De acordo com o governo federal, a interiorização não tem custo para os imigrantes. As viagens são bancadas pelos R$ 190 milhões liberados ao Ministério da Defesa por meio da Medida Provisória 823/2018.

Doações

Para receber os venezuelanos refugiados, a Pastoral do Migrante está recebendo doações de roupas, calçados, lençóis, toalhas, produtos de higiene, alimentos, colchões e colchonetes. As doações podem ser entregues na Paróquia Divino Espírito Santo, no Bairro CPA 1, em frente ao terminal do CPA 1, em Cuiabá, e na própria Pastoral do Migrante, no Bairro Carumbé, na capital.

Dúvidas ou informações pelo telefone 3641-1451 ou 3641-2413.

Por Samara Moura