• Home
  • Geral
  • Uber passa a oferecer serviço de transporte para funcionários de empresas
- Foto por: Assessoria Uber-BR

Uber passa a oferecer serviço de transporte para funcionários de empresas

Depois de deixar o serviço de entregas por delivery no Brasil, a Uber agora marcará presença em um novo setor: o dos ônibus. Presente no mundo todo, o Uber Shuttle para Empresas, funcionará para facilitar o transporte de funcionários em trajetos de ida e volta do trabalho, a princípio apenas na rota São Paulo-Sorocaba.

Os veículos de alta capacidade terão capacidade de ocupação entre 10 e 50 pessoas de forma totalmente personalizada. Similar ao funcionamento dos carros, o Uber Shuttle deverá ser contratado pelas empresas interessadas que devem se inscrever na plataforma.

Assim, os funcionários poderão reservar no app uma vaga no ônibus, além de checar as rotas e paradas disponíveis para o embarque e desembarque em tempo real. Para as empresas, o serviço oferece também relatórios semanais sobre a operação do Shuttle para Empresas.

“Temos percebido que as empresas têm buscado cada vez mais oferecer benefícios que sejam interessantes para seus funcionários e façam sentido para o negócio. O Uber Shuttle para Empresas chega nesse momento e une a facilidade do uso do aplicativo da Uber, que já é conhecido por todos, com a oferta de um novo produto que promove o deslocamento de colaboradores de uma mesma empresa”, explica Tavane Gurdos, diretora da Uber para Empresas na América Latina.

O primeiro acordo firmado foi com a montadora Toyota, para fazer o trajeto de São Paulo até Sorocaba, onde está localizada uma das fábricas da montadora. “O serviço da Uber para as empresas é muito prático, você realiza as reservas de forma muito simples. A informação da saída do motorista e o acompanhamento da localização facilitam muito o usuário a programar a saída de sua casa até o ponto de encontro onde passa o fretado”, destaca Ido Begliomini, colaborador da Toyota do Brasil na fábrica de Sorocaba.

Segundo o comunicado da Uber, o novo modelo de transporte continuará usando a tecnologia da plataforma e seguirá com os mesmos protocolos de segurança em que os motoristas parceiros passam por uma checagem de identidade via selfie, e, desde o começo da pandemia, uma selfie adicional que verifica o uso da máscara.

 

 

Correio Braziliense