• Home
  • Geral
  • Vereador sugere a construção de um Memorial em homenagem às vítimas da covid-19
Secom Câmara

Vereador sugere a construção de um Memorial em homenagem às vítimas da covid-19

Com o intuito de homenagear aqueles que perderam a vida em decorrência da covid-19, o vereador Marcus Brito Junior (PV) apresentou nesta quinta-feira (02) um projeto de lei que cria no município de Cuiabá o Memorial Eliana Aparecida Vitaliano.

A propositura visa garantir a destinação de um espaço físico, onde familiares e amigos possam fazer suas orações e prestar suas homenagens à aqueles que perderam a luta contra o vírus.

“Esse projeto de lei vem no sentido de homenagear aqueles cuiabanos e cuiabanas que perderam a briga com a covid-19, a fim de fazer com que elas sejam lembradas e eternizadas”, enfatizou o parlamentar.

Até a última semana de novembro de 2021, a Capital registrou 3.544 óbitos em decorrência do vírus. Este número representa 25,31% do total de óbitos registrado pela Secretaria de Saúde de Mato Grosso até a data de 29 de novembro de 2021.

Trazendo esses números para realidade da cidade, o número de mortes representa toda a população residente no bairro Parque Atalaia, por exemplo. “Além das questões referentes a estatísticas, devemos levar em consideração, principalmente, o sofrimento das famílias que perderam seus entes queridos para esse vírus”, completou Brito Junior.

Na matéria, o vereador sugere que o Memorial seja construído no Parque da Família, localizado na Avenida Ver. Juliano da Costa Marques, região dos bairros Bela Vista, Terra Nova e Canjica.

“Além de se tratar de um local público e de fácil acesso, o parque ainda conta com a estrutura necessária para sediar o Memorial”, argumentou.

Já com relação ao nome, ele explica que trata-se de uma homenagem a Eliana Aparecida Vitaliano, que faleceu em março deste ano vítima da covid-19. Ela foi moradora do bairro Morada do Ouro e era conhecida por sua atuação voluntária na Casa dos Migrantes da Capital.

Na Pastoral, foi responsável pelo acolhimento dos haitianos e venezuelanos que buscavam em Mato Grosso uma oportunidade de emprego e moradia. Além disso, dedicou boa parte da sua vida a ações sociais.

Informações da Câmara Municipal de Mato Grosso