• Home
  • Alô Prefeito
  • Prefeito de Cuiabá solicita autorização para aquisição de vacinas ao ministro Pazuello
Foto: Luiz Alves/Secom

Prefeito de Cuiabá solicita autorização para aquisição de vacinas ao ministro Pazuello

O prefeito de Cuiabá e o governador do DF representaram a região Cento Oeste na reunião

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, participou na manhã de hoje (19), de videoconferência com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e consultou a possível liberação para compra direta de vacinas contra a Covid19. Na reunião virtual – convocada pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP) – o ministro afirmou que nos próximos dias, o Governo Federal  deverá disponibilizar 4,7 milhões de doses para vacinação e explicou que – neste momento – o Governo Federal não recomenda os municípios façam aquisição por conta própria.

“Se fizermos separações de locais que têm competência para comprar e outros que não têm, vamos criar uma crise interna muito grande de Estados que seguem uma linha e outros que não seguem. Quem estiver negociando, manda aqui para mim que a gente compra. Faltam 15 dias para a nossa produção de vacinas ficar plena. A previsão é que na semana que vem já estejamos distribuindo 4,7 milhões de doses”, comentou Pazuello.

Emanuel aproveitou para elogiar e agradecer o suporte que o Governo tem oferecido desde o começo da pandemia. “Se não fosse o apoio do Governo Federal no ano passado, no auge da pandemia, Cuiabá, como todos os municípios e estados, estaria quebrada. O apoio financeiro do Governo durante a pandemia foi fundamental, para que pudéssemos atravessar o período de tempestade, um período muito turbulento, de muita ansiedade e desesperança”, comentou.

Outra preocupação elencada por Pinheiro durante a reunião foi em relação aos recursos destinados ao custeio de leitos de UTI COVID-19 para as competências de janeiro e fevereiro de 2021, que ainda não chegaram para Cuiabá.

Ele falou ainda sobre o esforço que a capital tem feito para manter os leitos, uma vez que não estavam previstos no orçamento do município, mas ponderou que nenhum dos 135 leitos de UTI Covid  implantados (distribuídos no Hospital de Referência e São Benedito) foi desativado. Após o questionamento,  Pazuello respondeu que assim que a Lei Orçamentária Anual (LOA) for aprovada, o recurso será repassado para os municípios que ainda não receberam, como é o caso de Cuiabá. A estimativa é para o mês de março.

Após mais de uma hora de diálogo, Pinheiro avaliou positivamente o encontro virtual. “Esta reunião foi muito produtiva, principalmente pela previsão do recebimento de mais doses de vacinas. Com a produção dos imunizantes no Brasil regularizada, até o próximo mês esperamos dar uma celeridade muito maior a nossa campanha, garantindo mais segurança e tranquilidade para os cuiabanos”, concluiu.

Emanuel Pinheiro e o  governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, representaram a região Centro-Oeste na reunião, que também foi acompanhada pelo deputado federal Emanuel Pinheiro Neto (PTB-MT).

 

 

INFORMAÇÃO VIA ROBERTA PENHA / SECOM