• Home
  • Política
  • Bolsonaro defende volta às aulas presenciais em “todos os níveis”
(crédito: Isac Nobrega)

Bolsonaro defende volta às aulas presenciais em “todos os níveis”

O presidente Jair Bolsonaro defendeu na noite desta quarta-feira (2/12) a volta das aulas presenciais em “todos os níveis”. A declaração ocorreu após a polêmica portaria publicada pelo Ministério da Educação que previa o retorno às aulas presenciais nas universidades e institutos federais de ensino a partir de 4 de janeiro de 2021. O chefe do Executivo comentou também que conversou com o ministro da pasta, Milton Ribeiro sobre a revogação da medida.

“Nós queremos voltar à aula presencial em todos os níveis, mas os reitores agora chegaram nele [ministro da Educação]: “Não. Queremos começar só em 2022”. Aí, no meu entender, não tem cabimento, até porque esse vírus aqui, ele fica grave de acordo com a idade da pessoa e comorbidades”, justificou a apoiadores na entrada do Palácio da Alvorada.

Portaria

O Ministério da Educação (MEC) recuou da portaria nº 1.030, que decidia pelo retorno às atividades presenciais nas instituições federais no começo do ano e decidiu revogá-la. A portaria havia sido divulgada na manhã desta quarta-feira (2/12), mas teve repercussão negativa.

A portaria entraria em vigor em 4 de janeiro de 2021 e determinava que recursos digitais poderiam ser utilizados na educação somente em caráter excepcional e complementar para a integralização da carga horária das atividades pedagógicas enquanto durar a pandemia do novo coronavírus.

 

 

 

Ingrid Soares Via Correio Braziliense