• Home
  • Mundo
  • Assim como Emirados Árabes, Bahrein normaliza relações com Israel com mediação de Trump
JIM BOURG

Assim como Emirados Árabes, Bahrein normaliza relações com Israel com mediação de Trump

O presidente dos EUA, Donald Trump, e o premiê israelense, Binyamin Netanyahu, anunciaram nesta sexta (11) que o Bahrein, país árabe de pouco mais de 1 milhão de habitantes, concordou em normalizar relações diplomáticas com Israel, semanas após os

Emirados Árabes Unidos anunciarem acordo semelhante.

A negociação foi finalizada por telefone, em uma ligação entre Trump, Netanyahu e o rei do Bahrein, Hamad bin Isa Al Khalifa.
Para o premiê israelense, o acordo “trará uma nova era de paz”.

“Por muitos longos anos, investimos na paz, e agora a paz vai investir em nós”, disse Netanyahu em vídeo.

Em comunicado conjunto, os três países disseram que o acordo é “um avanço histórico no processo de paz no Oriente Médio”.

“Diálogo e relações diretas entre estas duas sociedades dinâmicas e economias avançadas vai progredir a transformação positiva do Oriente Médio e aumentar estabilidade, segurança e prosperidade na região”, disse o comunicado.

Em 13 de agosto, os Emirados Árabes Unidos chegaram a um acordo semelhante para normalizar relações com Israel.

Em troca, Netanyahu concordou em suspender temporariamente a anexação de território palestino na Cisjordânia, ação considerada ilegal pelas Nações Unidas.

O acordo será assinado em 15 de setembro na Casa Branca com a presença de Trump, Netanyahu e o chanceler dos Emirados Árabes, Abdullah bin Zayed al-Nahyan.

O Bahrein, nação insular localizada no golfo da Pérsia, é o quarto país árabe a reconhecer Israel. Além dos Emirados Árabes, também tem relações diplomáticas o Egito e a Jordânia, que estabeleceram embaixadas em 1980 e 1994, respectivamente.

 

 

 

Informação da FolhaPress, SP