• Home
  • Entretenimento
  • ‘Não tivemos a chance de ser uma família’, diz viúva de Nick Cordero, morto por Covid
Nick Cordero, esposa Amanda Kloots e o filho, Elvis (Crédito: Reprodução/ Instagram)

‘Não tivemos a chance de ser uma família’, diz viúva de Nick Cordero, morto por Covid

Amanda Kloots resolveu compartilhar um emocionante relato sobre os seus dias de luto após a morte do marido, ator e cantor Nick Cordero, 41, que perdeu a batalha para a Covid-19. Ele deixou um filho com Kloots, Elvis, de apenas um ano.

“Todos os dias, quanto mais processo essa perda, mais percebo coisas novas que me atingem diariamente. Hoje foi que eu perdi nossa família. Eu perdi meu marido. Elvis perdeu seu pai. Mas hoje percebi que perdemos nossa família. Nós nem tivemos a chance de ser uma família”, escreveu Kloots em uma publicação no Instagram.

Esposa do astro da Broadway desde 2017, Kloots lamentou não poder realizar as memórias que sonhava desde que Elvis, filho do casal, nasceu. O pequeno completou um ano de vida enquanto o pai estava internado. Cordero ficou 95 dias no hospital em Los Angeles, no Estados Unidos.

“Meu coração dói, dói mais do que eu achei que fosse possível. Falar sobre isso está me ajudando. Eu nem sempre tenho essa força, às vezes não consigo falar nada. Não existem respostas. Não tem certo ou errado. Eu só posso me dar tempo para o processo e ser honesta sobre isso”, desabafou Amanda Kloots, que também disse fornecer apoio as pessoas que perderam familiares pelo coronavírus.

Recentemente Kloots também compartilhou um vídeo emocionante do filho falando suas primeiras palavras ao ver uma imagem do pai. Segundo Kloots, a última vez que Nick viu o filho foi antes de ser internado em um hospital de Los Angeles, nos Estados Unidos, no dia 30 de março.

Nick Cordero, vencedor do renomado prêmio Tony Awards, em 2014, por seu papel em “Bullets Over Broadway”, passou por complicações na luta contra a Covid-19. Ele chegou a ter uma de suas pernas amputadas.
A morte do ator foi confirmada pela sua esposa no início do mês, dia 5 de julho.

 

 

 

 

Informações da FolhaPress, SP