• Home
  • Geral
  • Ex-Polegar se emociona com amigos em internação por Covid-19
Foto montagem

Ex-Polegar se emociona com amigos em internação por Covid-19

O médico Alan Frank, 47, ex-membro do grupo musical Polegar, publicou uma longa mensagem na qual celebra sua recuperação da Covid-19. Ainda internado em um hospital de São Paulo para concluir o tratamento, ele se emocionou especialmente ao falar sobre os amigos que temeu perder por causa da doença.

“Valorizem todos os momentos da vida, valorize a vida. Se você tem um amigo, valorize muito. Nessas horas, você vai enxergar como nossos amigos são importantes. A gente acha que tem muito amigo. Não, não. Você tem uns cinco amigos, dá para contar nos dedos de uma mão, mas eles são as coisas mais preciosas que você tem”, afirmou Alan, entre soluços.

“Não deixe de passar cada minuto que possa passar com eles, são os momentos mais preciosos que a gente tem. Não há nada mais precioso do que o tempo que a gente passa com nossos amigos e, claro, com a família que está do lado.

Você não tem ideia de quão preciosos os amigos até você precisar deles e eles não quererem nada em troca”, acrescentou.

O vídeo emocionado foi publicado nesta terça-feira (16) no Instagram, mas gravado na última sexta (12). Nas imagens, Alan fala com alguma dificuldade e aponta as marcas em seu corpo, exibindo os acessos utilizados para medicação e alimentação. De acordo com o ex-tecladista, a recuperação já evoluiu bastante de lá para cá.

“Estou todo furado. Não tem mais onde furar. Olha minha mão, meus dedos, todos furados. Tomo injeção na barriga todos os dias. A gente tem tanta coisa, tanta coisa, e reclama tanto da vida. Tudo o que queria estou conseguindo.

Tudo o que queria era viver, só viver e ver meus filhos crescerem”, disse.

Tecladista do grupo Polegar, que teve momentos de sucesso entre os anos 80 e 90, Alan Frank hoje é oftalmologista.

Ele continuou trabalhando durante a pandemia e, apesar de ter tomado uma série de precauções, acabou sendo infectado pelo novo coronavírus.

“Cuidado com esse vírus. Ele vem atropelando a gente que nem um trator. Não quero apavorar ninguém, mas não é fácil”, afirmou Alan, que fez questão de agradecer a atenção recebida dos médicos e funcionários do hospital. “Graças a Deus e a toda uma equipe maravilhosa, muito atenciosa, estou melhorando bastante.”

 

 

 

 

 

Informações da FolhaPress, SP