• Home
  • Esporte
  • Flamengo se apoia em Prefeitura e mantém treino mesmo com liminar
Foto : Tomaz Silva/Agência Brasil

Flamengo se apoia em Prefeitura e mantém treino mesmo com liminar

Um dia após decisão liminar do juiz Bruno Bodart, da 7ª Vara de Fazenda Pública da capital, suspender os decretos de flexibilização do Governo do Rio e da Prefeitura, o Flamengo manteve sua programação normal de treinos no Ninho do Urubu nesta terça-feira (9).

O clube entende estar amparado em decisão do prefeito Marcelo Crivella, que liberou as atividades de fisioterapia com bola. O Rubro-Negro dividiu seu elenco em dois e trabalha em ambos módulos do CT.

O presidente Rodolfo Landim, do Flamengo, falou sobre decisão do juiz. Em entrevista ao programa “Bem, Amigos”, do Sportv, Landim questionou o conhecimento do magistrado para tomar tal decisão:

“Uma decisão como essa de abrir ou fechar uma cidade é uma decisão com múltiplas facetas. Não posso imaginar que um juiz, por mais bem-intencionado que seja, possa ter mais informação e conhecimento de causa que um prefeito. O cidadão Rodolfo Landim acha que os governantes têm muito mais informação para decidir que um juiz”, disse.

Bodart alegou que não houve estudos técnicos que justifiquem as medidas, que atacam diretamente os treinos dos clubes e o retorno dos jogos, ainda que sem presença de público. O magistrado estabeleceu multa pessoal de R$ 50 mil ao prefeito Marcelo Crivella e ao governador Wilson Witzel para o caso de descumprimento da ordem.

 

 

 

 

 

Léo Burlá via FolhaPress