• Home
  • Saúde
  • Gosta de comer fruta em jejum? Nunca mais

Gosta de comer fruta em jejum? Nunca mais

Uma pesquisa publicada no periódico científico Cell Metabolism, que realizou testes em ratos de laboratório, chegou a duas conclusões surpreendentes sobre a ação da frutose no organismo

suco de laranja é uma das formas mais simples de adicionar um pouco de fruta e de energia ao pequeno-almoço, assim como os batidos ou a banana. Porém, talvez não seja uma boa ideia.

A ação pode até parecer nutritiva e benéfica para a saúde, mas na hora de calcular a quantidade de açúcar ingerida num dia é obrigatório incluir a fruta que comeu.

Uma pesquisa publicada no periódico científico Cell Metabolism, que realizou testes em ratos de laboratório, chegou a duas conclusões surpreendentes sobre a ação da frutose no organismo.

Segundo investigadores da Universidade de Princeton, nos Estados Unidos, o açúcar é principalmente processado pelo intestino delgado (90%), passando pelo cólon e entrando em contacto com o microbioma quando o intestino está saturado.

Adicionalmente, as experiências realizadas permitiram ainda concluir que a capacidade do intestino delgado processar a frutose é menor quando a pessoa está em jejum. Essa condição faz com que o açúcar natural do alimento se converta em glucose e se aloje diretamente no fígado.

Por exemplo um copo de sumo de laranja é o suficiente para sobrecarregar o intestino delgado e levar a glucose em excesso para o fígado. Níveis elevados de açúcar no fígado podem causar doença hepática gordurosa não alcoólica ou até cancro.

Se ainda assim não conseguir abrir mão de comer uma peça de fruta ao pequeno-almoço certifique-se que ingere primeiro uma fonte de proteína (ovos ou leite por exemplo) ou de hidratos de carbono (pão ou cereais) e só depois inclua a fruta.

Por Lifestyle