• Home
  • Cultura
  • SP: desfiles das escolas começam nesta sexta-feira
Colorado do Brás em desfile de 2018 - Arquivo/Divulgação/Liga das Escolas de Samba de SP

SP: desfiles das escolas começam nesta sexta-feira

Sete escolas irão desfilar a partir das 23h15

Começa hoje (1º) a primeira noite de desfiles das escolas de samba de São Paulo. A noite no Sambódromo do Anhembi será aberta às 23h15 com a Colorado do Brás. A última a passar pela avenida será a Tom Maior, às 5h45 do sábado (2). Cada desfile deve ter entre 55 e 65 minutos.

Segundo o Centro de Gerenciamentos de Emergências da Prefeitura de são Paulo, a previsão para esta noite é de pancadas isoladas de chuva, com temperatura mínima de 18 graus Celsius.

 

Veja a ordem dos desfiles:

Colorado do Brás

A primeira escola a desfilar, a Colorado do Brás, vai à avenida com o enredo Hakuna Matata, Isso é Viver. O tema faz referência a uma canção queniana que ganhou notoriedade com a animação Rei Leão. Porém, a versão da Colorado traz uma homenagem ao Quênia, à religiosidade dos orixás e à exuberância natural africana. No último carnaval, a escola ficou em terceiro lugar do grupo de acesso, garantindo a volta ao grupo especial deste ano depois de 25 anos.

 

Império de Casa Verde

Três vezes campeã do grupo especial, a Império da Casa Verde será a segunda escola a desfilar com o enredo O Império Contra-Ataca, em referência a uma das sequências do filme Guerra nas Estrelas. A letra relembra grandes clássicos do cinema, em homenagem à magia da sétima arte.

São Paulo – Escola de samba Império de Casa Verde no segundo dia de desfile das escolas de samba paulistanas do Grupo Especial (Divulgação/LigaSP)
Escola de samba Império de Casa Verde no desfile de 2018 – Arquivo/Divulgação/Liga das Escolas de Samba de SP

Mancha Verde

Oxalá, Salve a Princesa! A Saga de uma Guerreira Negra será o enredo da Mancha Verde deste ano. A escola relembra a beleza e a riqueza da África e o processo do tráfico negreiro, que trouxe milhões de pessoas ao Brasil escravizadas. A princesa homenageada é Aqualtune, avó de Zumbi dos Palmares, herói da resistência negra brasileira.

São Paulo - Desfile da Mancha Verde durante o primeiro dia do carnaval paulista (Divulgação/LigaSP)
Desfile da Mancha Verde em 2018 – Arquivo/Divulgação/Liga das Escolas de Samba de São Paulo

Acadêmicos do Tucuruvi

A Acadêmicos do Tucuruvi vem este ano com o enredo Liberdade… O Canto Retumbante de um Povo Heroico, em que retrata momentos de luta do povo brasileiro, desde a luta dos índios contra os conquistadores até a resistência à ditadura militar. Em 2011, a escola foi vice-campeã do grupo especial, o melhor resultado conquistado até hoje.

São Paulo - Desfile da Acadêmicos do Tucuruvi durante o primeiro dia do carnaval paulista (Divulgação/LigaSP)
Acadêmicos do Tucuruvi durante o carnaval de 2018, quando conquistou o vice-campeonato – Arquivo/Divulgação/Liga das Escolas de Samba de SP

Acadêmicos do Tatuapé

Ganhadora do título do carnaval paulistano de 2017, a Acadêmicos do Tatuapé irá à avenida com o enredo Bravos Guerreiros. Por Deus, Pela Honra, Pela Justiça e Pelos que Precisam de Nós. O tema é uma homenagem à batalha diária dos brasileiros.

São Paulo - Desfile da Escola de Samba Acadêmicos do Tatuapé durante o primeiro dia de apresentações das escolas de samba do Grupo Especial de São Paulo (Filipe Araújo/LIGASP)
Acadêmicos do Tatuapé durante o desfile de 2018 – Arquivo/Paulo Pinto/Liga das Escolas de Samba de SP

X-9 Paulistana

O sambista Arlindo Cruz, que fez 60 anos em 2018, será homenageado pela X-9. Com o enredo O Show Tem Que Continuar! Meu Lugar é Cercado de Luta e Suor, Esperança Num Mundo Melhor, a escola conta a trajetória musical do carioca.

São Paulo - X-9 Paulistana desfila no segundo dia dos desfiles das escolas de samba do Grupo Especial de São Paulo, no Sambódromo do Anhembi (Divulgação/Rafael Neddermeyer/LIGASP/Fotos Públicas)
X-9 Paulistana em 2018 – Arquivo/Divulgação/Rafael Neddermeyer/Liga das Escolas de Samba de SP/Fotos Públicas

Tom Maior

De onde vim? Pra onde vou? são as interrogações que inspiram o enredo deste ano da Tom Maior. Com o tema Penso… Logo existo – As Interrogações do Nosso Imaginário em Busca do Inimaginável, a escola passeia pela religião, misticismo, mitologia e ciência na busca pelas grandes respostas da humanidade.

São Paulo - Desfile da Escola de Samba Tom Maior durante o primeiro dia do carnaval paulista (Divulgação/LigaSP)
Desfile da Escola de Samba Tom Maior em 2018 – Arquivo/Divulgação/Liga das Escolas de Samba de SP
Por Daniel Mello – Repórter da Agência Brasil (Edição: Carolina Pimentel)