• Home
  • Transporte
  • Aeroporto de Cuiabá é um dos 5 que não tem combustível para os aviões
© Reuters Greve de caminhoneiros perde força e, aos poucos, atividade em aeroportos volta ao normal

Aeroporto de Cuiabá é um dos 5 que não tem combustível para os aviões

Infraero, agência do governo responsável por administrar os principais aeroportos do país, informou que na manhã desta sexta-feira, 1º, 5 aeroportos ainda estavam sem combustíveis para reabastecer os aviões.

Aos poucos, no entanto, a atividade nos aeroportos brasileiros voltam à normalidade. Em comunicado, a organização indica que 204 voos operavam no horário, 31 foram cancelados e não havia registro de atrasos até as 8h de hoje.

Os aeroportos afetados são: Palmas (TO), Imperatriz (MA), Cuiabá (MT), Ilhéus (BA), Protásio de Oliveira (não é o Aeroporto Internacional de Belém, no Pará)

A Infraero disse que está acompanhando o abastecimento nos seus 54 aeroportos e tem atuado junto aos órgãos públicos relacionados ao setor aéreo para garantir a chegada dos caminhões com combustível de aviação aos terminais administrados pela empresa, inclusive no período do feriado de Corpus Christi, de 30 de maio até 4 de junho.

“Por essa razão, e pelas possíveis mudanças nas programações das empresas aéreas, não há uma estimativa de movimentação para este feriado nos 45 aeroportos da empresa com voos comerciais regulares”, diz a empresa em nota.

Segundo a Infraero, os aeroportos estão abertos e têm condições de receber pousos e decolagens. O problema é que, nos terminais em que o abastecimento está indisponível, as aeronaves que chegarem só poderão decolar se tiverem combustível suficiente para seguir com o voo.

 

Por v para a Veja