• Home
  • Brasil
  • Operação da PF e do Ibama ataca fraudes em madeireiras
Vagner Rosário/VEJA.com

Operação da PF e do Ibama ataca fraudes em madeireiras

Ação combate esquema para burlar homologação de depósitos com o objetivo de “esquentar” madeira de origem ilegal

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quinta-feira, 24, a Operação Pátio, em parceria com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). A ação combate um esquema de fraudes na homologação de depósitos de madeireiras, conhecidos como pátios, para “esquentar” madeira de origem ilegal e manipular o sistema de controle de irregularidades administrativas do Ibama.

Em nota, a PF informou que 70 policiais federais e quatro analistas ambientais do Ibama cumprem 13 mandados de prisão temporária e nove mandados de busca e apreensão, todos expedidos, a pedido da PF, pela 3ª Vara Federal de Bauru (SP), na capital, São Paulo, e nos municípios paulistas de São Bernardo do Campo, Osasco, Tietê e Piracicaba.

As investigações começaram em maio de 2016 na delegacia da PF em Bauru, após o Ibama ter encaminhado à corporação a suspeita sobre o esquema envolvendo um servidor do instituto.

O inquérito policial aponta que o servidor receberia vantagens indevidas para, em conluio com consultores e intermediários que atuam junto a empresas do ramo madeireiro, praticar atos relacionados à aprovação de pátios de empresas madeireiras pelo Ibama, no sistema denominado SISDOF, para burlar a fiscalização.

Por Veja.com (Fonte: Estadão Conteúdo)