O empresário Joesley Batista (Evaristo Sá/AFP)

Justiça manda soltar Joesley Batista

Ele estava preso em processo acusado de mentir em seu acordo de delação premiada com o Ministério Público

A Justiça Federal determinou nesta sexta-feira a libertação do empresário Joesley Batista, do grupo J&F. O juiz Marcus Vinícius Reis Bastos, da 12ª Vara Federal de Brasília, revogou a prisão preventiva de Joesley no processo em que ele é acusado de mentir em seu acordo de delação premiada com a Procuradoria-Geral da República (PGR).

O empresário estava preso em São Paulo deste setembro do ano passado. Além dele, o ex-diretor da JBS Ricardo Saud também teve a liberdade decidida.

Por Guilherme Venaglia/Vejatista