• Home
  • Geral
  • Presidente da AMM avalia impacto na saída de Maggi do processo político para 2018
Presidente da AMM Neurilan Fraga - Foto TJMT

Presidente da AMM avalia impacto na saída de Maggi do processo político para 2018

Neurilan Fraga (PSD) presidente da AMM (Associação Mato-grossense dos Municípios), avaliou impactos significativos referente à saída do ministro da Agricultura Blairo Maggi (PP) do cenário eleitoral que acontecerá esse ano. Com o caminho livre, o Senador Wellington Fagundes (PR) não terá Maggi em uma chapa adversária caso dispute um cargo no Governo do Estado, e o vice-governador Carlos Fávaro (PSD) impulsionado pelo agronegócio poderá disputar o Senado. Inclusive, sua pré-candidatura foi lançada nesta última terça-feira (27) para o cargo de senador.

“Facilita ao Wellington, porque não vai ter um Blairo em uma chapa contrária à dele, e isso é muito significativo. Ao Fávaro ajuda, seja ao Governo ou Senado. Talvez, mais ao Senado, porque o ministro abre um espaço”, ressaltou.

Além de brechas políticas que se abrem diante da decisão de Maggi, Fraga avalia que o governador Pedro Taques (PSDB) e o ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (PSB) saem perdendo com o afastamento do ministro Blairo Maggi do processo político desse ano.

“O Mauro, queira ou não, é por quem o Blairo tinha mais simpatia. Todos sabem da amizade que os dois nutrem. Isso não é novidade. Ele saindo, e como não vai se envolver no processo político, como garantiu, o Mauro Mendes perde um grande cabo eleitoral”, Argumentou.

“Taques também perde, porque havia expectativa do Blairo dar apoio em sua reeleição. Com sua saída, isso está totalmente descartado. Assim, abre um espaço muito grande para o Wellington”, concluiu.

 

Oficialização da decisão de Maggi

Na última segunda-feira (26), pela manhã, na sede da AMM, em Cuiabá, o ministro da Agricultura, Blairo Maggi oficializou a sua saída do processo político de 2018. Afirmando que esse anúncio seria para evitar entraves políticos em torno da esfera politica no estado. Argumentou também que a dedicação à vida politica acaba afastando outras coisas que também são importantes. Se referindo a sua vida pessoal. Essa ideia precisou ser amadurecida, companheiros mais próximos já tinham ciência da sua decisão. Portanto Maggi decidiu oficializar  a todos por meio de coletiva de imprensa local.

 

Por Karen Silva, da Redação.