Curso qualifica 599 agentes penitenciários em nivelamento operacional

Passaram pela qualificação servidores de 14 unidades prisionais do estado

Em 2017, 599 agentes penitenciários passaram pelo Curso de Nivelamento Operacional, desenvolvido com profissionais de 14 unidades prisionais, pela Diretoria de Ensino Penitenciário da Sejudh. Neste ano estão previstas novas turmas da qualificação para alcançar todas as unidades do Sistema Penitenciário do estado.

O curso abordou instruções de comboio e escolta, legislação para uso da função armada, armamento e tiro, técnicas de contenção e adentramento em recintos carcerários, habilitação em pistola e espingarda calibre 12 e algemamento e condução de reeducando. Numa parceria com a OAB-MT, os agentes passaram a ter também noções de direitos humanos.

A diretora da unidade prisional de Nortelândia, Adriana Quinteiro, ressalta a importância do realinhamento no trabalho cotidiano, uma vez que na rotina é imprescindível que o profissional esteja atento aos quesitos de segurança. “O intuito é resguardar a integridade de todos os envolvidos, seja numa escolta ou na atuação diária dentro da unidade”.

O secretário adjunto de Administração Penitenciária, Emanoel Flores, enfatiza a importância da atualização de procedimentos para a execução do trabalho diário de forma correta e segura. “Dentro da capacidade orçamentária e financeira, faremos o possível para oferecer qualificação aos servidores do Sistema Penitenciário, sempre buscando atualizá-los em conformidade com a legislação e técnicas de atuação operacional”.

“Em nosso serviço temos que estar sempre bem preparados tanto fisicamente, quanto mentalmente. Esse realinhamento oferecido pela Sejudh veio em boa hora. Durante o treinamento pudemos perceber a necessidade da atualização operacional e foi muito proveitoso, pois os agentes se dedicaram bastante nos treinamentos”, reforça o diretor da unidade prisional de Barra do Garças, Jailson André.

O diretor de Ensino Penitenciário, Anderson Santana, destaca que a atualização dos conhecimentos operacionais,é fundamental para um ambiente de trabalho mais seguro tanto para o servidor, como para o reeducando.

Foram capacitados agentes penitenciários das unidades de Nortelândia, Arenápolis, Diamantino, São José do Rio Claro, Lucas do Rio Verde, Sorriso, Nova Mutum, Alto Araguaia , Alto Garças, Nova Xavantina, Barra do Garças, Sinop, Cáceres e Rondonópolis.

 

Raquel Teixeira | Sejudh-MT