• Home
  • Brasil
  • Desembargador relator do processo condena Lula a mais de 12 anos de prisão – Recomeça o julgamento – VEJA AO VIVO
O ex-presidente Lula discursa para apoiadores e militantes que lotaram o auditório do Sindicato dos Metalurgicos do ABC. Foto: HÉLVIO ROMERO/ESTADÃO

Desembargador relator do processo condena Lula a mais de 12 anos de prisão – Recomeça o julgamento – VEJA AO VIVO

Primeiro desembargador, Pedro Gebran Neto, vota no caso do triplex do Guarujá e aumenta pena do ex-presidente para 12 anos e 1 mês de prisão; veja um resumo do que ocorreu nesta manhã

O desembargador Pedro Gebran Neto, relator da Lava Jato no Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre, deu na manhã desta quarta-feira, 24, o primeiro voto no julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no caso do triplex do Guarujá, no qual considerou o petista culpado pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro e recomendou uma pena total de 12 anos e 1 mês de prisão em regime fechado, maior que a pena de 9 anos e seis meses estabelecida pelo juiz Sérgio Moro. Lula também terá de pagar uma multa de R$ 1 milhão.

Durante um largo voto, que durou mais de 3h horas, Gebran Neto rejeitou os pedidos da defesa que tentavam questionar a competência do juiz Sergio Moro e da 8ª Turma de Curitiba para julgar Lula. Ele também considerou existir provas de que o triplex era do ex-presidente e a reforma foi feita no apartamento no Guarujá. como compensação da empreiteira OAS para obter contratos com o governo federal.

Nesse sentido, o desembargador considerou “extremamente relevante”a visita de executivos da  OAS ao ex-presidente Lula em São Bernardo do Campo, onde mora o petista, em 2014.

Em abril do ano passado, o executivo Paulo Gordilho, ligado à construtora, afirmou em depoimento ao juiz federal Sérgio Moro ter ido à casa do ex-presidente para mostrar dois projetos relacionados ao triplex 164-A, no Guarujá, no litoral paulista, e ao sítio Santa Bárbara, de Atibaia, no interior de São Paulo – ambas as propriedades atribuídas a Lula, segundo a força-tarefa da Operação Lava Jato.

Leitura do processo

O julgamento começou às 8h30 com a e leitura do processo. Durante ela, o desembargador Pedro Gebran Neto lembrou que  ex-primeira-dama Marisa Letícia, que inicialmente também era acusada, mas foi retirada após sua morte. Ele também lembrou que quatro réus foram absolvidos por Sérgio Moro: Paulo Okamotto, Paulo Roberto Gordilho, Roberto Moreira Ferreira e Fábio Hori Yonamine. O MPF recorreu da absolvição dos três últimos.

João Pedro Gebran Neto
João Pedro Gebran Neto Foto: Sylvio Sirangelo/TRF-4

Acredito que teremos uma manhã e tarde de trabalho bastante intensas, mas teremos condições de fazer um julgamento de fatos. Nós não estamos julgando nem a vida pregressa das pessoas, nem fazendo julgamento que não sejam daqueles fatos que estão dentro da denúncia e dentro do processo”, afirmou Gebran Neto, relator da Lava Jato no Tribunal.

 

Do Estadão (Conteúdo)

 

Acompanhe o julgamento ao vivo com imagens do TRF4