• Home
  • Política
  • Pai de criança salva por cadeirinha ao ser baleada em assalto perto de favela usava aplicativo de trânsito

Pai de criança salva por cadeirinha ao ser baleada em assalto perto de favela usava aplicativo de trânsito

O pai da criança de seis anos atingida por um tiro nas costas durante uma tentativa de assalto, e que foi salva pela cadeirinha de transporte na qual estava, que amorteceu o impacto do tiro e evitou o pior, chegou até a rua onde ocorreu o crime por meio de um aplicativo de trânsito. O local é próximo a uma favela de Santos, no litoral de São Paulo.

O caso ocorreu na madrugada de quinta-feira (28). Segundo informações da polícia, por volta das 4h, o pai, que mora na capital paulista e prefere não ter o nome divulgado, procurava atendimento odontológico de urgência com a menina, quando o aplicativo de celular que usava indicou a Rua Boris Kauffmann, próxima a uma favela do município.

O motorista acabou se perdendo e, então, se deparou com um carrinho de supermercado deixado no meio da rua, que impedia a passagem do veículo. Ao diminuir a velocidade, o homem foi abordado por três assaltantes armados.

O pai tentou fugir e, então, os criminosos atiraram contra o automóvel. A criança, que estava presa à cadeirinha no banco de trás do carro, foi atingida nas costas por um dos disparos, que atravessou o porta-malas do veículo. Os suspeitos fugiram sem levar nada. Desesperado, o pai procurou por uma viatura da polícia para pedir socorro à filha ferida.

Ainda de acordo com a polícia, a menina foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jardim Casqueiro, em Cubatão (SP) e, em seguida, transferida a um hospital de Santos. Em vistoria, foi constatado que a bala que atingiu a criança bateu primeiro na cadeirinha. Segundo a Polícia Militar Rodoviária, isso diminuiu a força e velocidade da bala antes dela acertar as costas da menina.

A vítima foi internada e, segundo informações do hospital, seu estado de saúde é estável.

Do G1