Festa traz alegria e diversão à crianças internadas no PS de Cuiabá

Pipoca, cachorro quente, salgadinhos, algodão doce, pé de moleque e muita diversão. Estes são os ingredientes da receita de humanização do atendimento aos 53 pacientes infantis do Hospital e Pronto Socorro Municipal de Cuiabá (HPSMC), que ganharam, muito além de uma festa junina na tarde desta sexta-feira (30), a oportunidade de voltar a sorrir em meio ao sofrimento e a dor.

A tarefa de superar o trauma da perda do pé esquerdo num acidente de motocicleta é árdua, mas a festa de São João surpreendeu Dienifer Sales de Castro, de 9 anos. Internada há quatro dias no Pronto Socorro de Cuiabá, ela revela que imaginava que hospital fosse um lugar só de dor, mas descobriu que também tem espaço para a alegria. “Estou feliz de poder participar da festa”, sentenciou.

Também internada há quatro dias na ala pediátrica da unidade, a pequena Ana Vitória de Souza, de apenas 2 anos, se deliciou com os doces e brincadeiras coordenadas pela dupla de palhaços. Contudo, a satisfação não foi uma sensação exclusiva às crianças. “É recompensador ver que juntos podemos oferecer um atendimento mais humanizado aos nossos pequenos”, pontuou o diretor técnico da unidade, Alexandre Martins.

Realizada por meio de uma conjunção de esforços do HPSMC, Secretaria Municipal de Assistência Social, Promotoria e 1 Vara da Infância o Juventude de Cuiabá, a ação é mais uma dentre tantas outras que já foram realizadas desde a inauguração da ala pediátrica, em maio do ano passado, como natal, carnaval e páscoa.

“Tudo começou após uma visita à unidade, onde pude constatar que crianças e adultos se misturavam. Foi quando decidi entrar em contato com o então ministro da Saúde, Eliseu Padilha, que, por sua vez, determinou a destinação de R$ 5,5 milhões para a reforma e adequação do espaço. Portanto, me sinto imensamente feliz em poder participar desta feita de hoje e ver que o nosso esforço valeu à pena”, comenta Gleide Bispo, juíza da 1 Vara da Infância e Juventude da Capital.

Atuando com capacidade plena, a ala atende 33 crianças atualmente. Somadas aos 10 pacientes da ala amarela e outros 10 da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica, são 53 pacientes atendidos diariamente, que terão gravados para sempre na memória uma festa junina completamente diferente das demais, porém não menos diverta.

Por HUGO FERNANDES| Secom Cuiabá