• Home
  • Leitura Dinâmica
  • Profissionais discutem ações e estratégias de marketing para potencializar a competitividade das empresas no Estado

Profissionais discutem ações e estratégias de marketing para potencializar a competitividade das empresas no Estado

O ‘Café Empresarial Marketing Day‘ contou com especialistas em economia e cases de sucesso

Na última terça-feira (9) a Confraria de Profissionais de Marketing de Mato Grosso (CPM/MT) reuniu cerca de 150 pessoas no auditório da Casa Elfrida, em Cuiabá. Dentre eles profissionais de diversas áreas, empreendedores, líderes e representantes do estado estiveram juntos para discutir a atual situação do marketing no país e em Mato Grosso, durante o primeiro ‘Café Empresarial Marketing Day’. O encontro ofereceu ainda soluções práticas e estratégicas para incrementar a competitividade das empresas por meio das ferramentas de marketing, além de momentos para netwoking.

Visto de forma restrita, o marketing em Mato Grosso ainda é muito ligado à promoção de vendas e não na construção e entrega de valor, estratégias de negócios e diferenciais em prol da singularidade das empresas. Uma pesquisa empresarial feita pela CPM/MT mostra que 90% das organizações entrevistadas direcionam seus esforços de marketing em conquistar novos clientes e apenas 10% em reter os atuais.

O estudo foi realizado recentemente com cerca de 60 profissionais ligados ao marketing no Estado, para um diagnóstico de gestão e uso das ferramentas de marketing e complementado com a visão de 15 empresários e executivos de empresas inovadoras de Mato Grosso, em abordagem qualitativa, que deram origem ao evento.

Para explicar os resultados da pesquisa, o encontro contou com a presença de Eber Capistrano Martins, profissional reconhecido pela experiência em planejamento e inteligência de mercado, economista com MBA em marketing pela USP, mestre e doutor pela UnB. Durante sua palestra “Desafios de Gestão e Uso das Ferramentas de Marketing”, o especialista ressaltou ainda a importância de saber identificar quais são os seus clientes e potenciais compradores. “Não basta entender o seu negócio, é importante saber para quem ele está posicionado”, explica.

O encontro foi realizado pela CPM/MT em parceria com o Ensino a Distância da Escola Superior de Propaganda e Marketing – ESPM, que trouxe para Cuiabá a especialista em Economia Comportamental, Flávia Ávila.

Flávia também é coordenadora do primeiro MBA em Economia Comportamental no Brasil oferecido pelo sistema  ESPM e  conduziu a palestra magna ‘Economia Comportamental: como tomamos decisões’. Segundo a economista, o campo de estudo é capaz de avaliar quais aspectos sociais, emocionais, cognitivos e econômicos agem quando tomamos uma decisão e o quanto elas pesam. “Esses são alguns dos fatores que fazem a Economia Comportamental ser tão ampliada, tanto para o comportamento do consumidor, quanto para as empresas. Em um momento de crise, por exemplo,  é quando você precisa tomar decisões delicadas e pode acabar errando”, diz Flávia após relembrar a crise mundial de 2008, período em que a Economia Comportamental atingiu o seu ponto mais alto de reconhecimento.Exibindo mkt Day07.jpg

Outros grandes profissionais também marcaram presença com cases de sucesso, como Cathyelle Schroeder, executiva de marketing da O Boticário, a diretora da Celeiro Carnes Especiais, Cristiane Rabaioli e o executivo do Malai Resort, João Francisco Rodrigues.

Para a presidente da CPM/MT, Tânia Kram, o evento deu início a um importante diálogo com o meio empresarial sobre o real papel do marketing nos negócios em Mato Grosso. “Sentaram à mesma mesa empresários, executivos, profissionais de marketing e agências de propaganda para debater soluções para os desafios do nosso mercado, inspirando-se em cases de sucesso e em novas ciências como a economia comportamental. É o início de um esforço que vai beneficiar clientes, empresas e organizações”, frisou.

Mesmo com as inovações e  estudos sobre o assunto, ainda há muita confusão sobre a real função do marketing nas empresas. Vemos no estado muitas empresas que cresceram impulsionadas pela informalidade e baixa competitividade, e outras que conservam uma organização familiar e resistem em incorporar uma gestão profissionalizada, provocando uma distância entra a solução de um problema e a prática dela. O resultado são empresas perdendo mercado.

De acordo com o vice-presidente da CPM/MT, Dino Gueno, “é muito comum relacionar o marketing à publicidade. A função da Confraria é justamente promover o debate e esclarecer o papel estratégico dos profissionais de marketing como estrategistas, responsáveis pela elaboração de planos de negócios, identificadores de oportunidades, defensores de posicionamento e de entrega de valor em favor da satisfação de clientes”.

 Sobre a CPM/MT:

Grupo de profissionais de marketing  reunidos com o objetivo de fortalecer a categoria e fomentar o conhecimento coletivo, ampliando a fronteira de atuação de forma a profissionalizar a função no Estado de Mato Grosso. Reúne cerca de 30 gestores de marketing, comunicação e vendas de diversos setores empresariais de Mato Grosso, em encontros mensais onde são debatidos temas como mercado, estratégia e tendências. Informações em www.cpmmt.com.br ou www.facebook.com/cpmmt .

Por Equipe Yod de Comunicação Integrada