SBOT- MT alerta para os riscos do consumo de álcool e uso do celular ao dirigir

Campanha Carnaval Sem Traumas visa a conscientização dos foliões neste período

A Campanha Carnaval Sem Traumas, uma das mais tradicionais desenvolvidas pela Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia – SBOT, volta este ano a abordar os riscos da ingestão de álcool durante o período da festa e os seus impactos. Com o tema “Álcool e Volante: uma dupla que não dá samba!” a ação tem como objetivo conscientizar os foliões de que bebida alcoólica e direção não combinam. O álcool é responsável por 65% dos acidentes nas estradas e no período de carnaval esse índice aumenta entre 20% e 30%. Seu consumo afeta as habilidades cognitivas e de coordenação, diminuindo os reflexos.
Um outro problema crônico que a iniciativa aborda é o uso do celular ao volante, cujo o impacto é invariavelmente danoso para o motorista. Ao juntarmos as duas temáticas, exploramos um universo alarmante de acidentes de trânsito quase sempre fatais para motoristas, passageiros e pedestres.
“Os acidentes de trânsito constituem um tema prioritário, visto que não só vem ceifando vidas, mas também é um gerador de sequelas muitas vezes irreversíveis. Essas vítimas vão sofrer repercussões importantes em suas vidas pessoal, familiar e laboral” enfatiza Dr. Márcio Augusto Mendes, presidente da SBOT-MT.SBOT
No último final de semana, a SBOT Mato Grosso realizou na BR 251, estrada que liga Cuiabá a Chapada dos Guimarães, uma blitz educativa com o intuito de advertir os motoristas sobre os perigos da imprudência.
Ao usar o telefone celular quando dirige aumenta em 400% o risco de se envolver em um acidente. A distração faz as pessoas desviarem o olhar da estrada em média 23 segundos. Para um carro a 60 km/h, isso representa 380 metros de percurso às cegas. Para um veículo a 100km/h, são 640 metros sem visibilidade.
A campanha Carnaval Sem Traumas segue no estado de Mato Grosso até o dia 28 de fevereiro.

Com informações  da Equipe YOD Comunicação Integrada