Eduardo Botelho conhece Batalhão da PM de Proteção Ambiental

Na oportunidade, o comandante apresentou algumas demandas do Batalhão

O 1º vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Eduardo Botelho (PSB), juntamente com a vereadora eleita Gisa Barros (PSB), visitou nesta terça-feira (29) a sede do Batalhão da Polícia Militar de Proteção Ambiental (BPMPA), localizado em Várzea Grande. Na oportunidade, o comandante, major Fernando Francisco Turbino dos Santos, apresentou as ações efetivadas pela equipe bem como algumas demandas do Batalhão. eduardo-botelho-batalhao-ambiental-2

“Além dessa sede, temos três unidades localizadas em Rondonópolis, Cáceres e Barra do Bugres. Devido à grande extensão territorial de Mato Grosso, temos algumas deficiências na parte estrutural e logística para fazer todo esse suporte”, afirmou o major Turbino.

Dentre as demandas, há problemas de infiltrações no telhado do prédio; conserto de uma embarcação Marajó, que já está parada alguns meses; construção da parte lateral do muro do Batalhão; além da necessidade caminhonetes traçadas para fazerem trabalho de campo. Atualmente, o policiamento ambiental conta apenas com dois veículos desse porte.

“Já temos alguns encaminhamentos junto ao Juizado Volante do Meio Ambiente (Juvam), que analisa o destino de recursos ao Batalhão, a partir de Termos de Ajusta de Condutas (TACs) e multas ambientais. Também pedimos o apoio da Promotoria de Justiça. Enfim, todo recurso e apoio que puder ser destinado para a parte de fiscalização ambiental é bem-vindo”, adiantou o comandante.

Hoje, o Batalhão possui uma equipe com 205 policiais militares trabalhando na sede e nas outras três unidades. Em Várzea Grande, também funciona o Centro de Triagem da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, onde animais resgatados, capturados, ou em desacordo com a legislação em casas particulares, passam por uma triagem para verificar a condição de readaptação à natureza e, posteriormente, soltura.

“São importantes essas parcerias juntos com o Ministério Público e Justiça, pois o Batalhão Ambiental é de fundamental importância para o nosso ecoturismo e meio ambiente. Vamos dar todo o apoio para melhoria deste trabalho. Estudaremos a possibilidade de destinar emendas, conversaremos com Ministério Público (MP) e secretário de Segurança Pública para reivindicarmos mais estrutura para o Batalhão”, concluiu Botelho.