• Home
  • Polícia
  • Em 2ª noite de atentados, Acre teve 16 ocorrências em cinco cidades

Em 2ª noite de atentados, Acre teve 16 ocorrências em cinco cidades

Balanço foi divulgado na manhã desta quarta-feira (16) pela Segurança.
Ataques começaram após morte de assaltante em troca de tiros com a PM.

A Segurança Pública informou, na manhã desta quinta-feira (17), que cinco cidades do Acre sofreram ataques em represália à morte do assaltante Macio do Nascimento, de 18 anos, durante um troca de tiros com a PM. Esta foi a segunda noite de ataques, sendo que na madrugada de quarta-feira (16) foram registradas nove ocorrências. As polícias fazem uma operação integrada por tempo indeterminado.

Um ônibus também foi incendiado na BR-364  (Foto: Reprodução)

Um ônibus foi incendiado na BR-364, de acordo com a Segurança Pública (Foto: Reprodução)

Ao todo, foram presas 34 pessoas suspeitas de envolvimento nos ataques, inclusive no Parque Capitão Círiaco, que teve seu acervo cultural completamente devastado pelo fogo.

A informação é que a ordem dos atentados esteja partindo de dentro do presídio, comandada por grupos criminosos. Por isso, houve uma vistoria dentro do complexo penitenciário Francisco D’Oliveira Conde, onde também foi feito o remanejamento de presos, segundo a Secretaria de Segurança Pública.

Além disso, 108 quilos de maconha foram apreendidos dentro de um caminhão. A droga seria entregue em Rio Branco para abastecer bocas de fumo na capital.

Início dos ataques

A onda de atentados iniciou nesta quarta-feira (17), em Rio Branco, após Macio Pires Teles do Nascimento, de 18 anos, morrer em uma troca de tiros com a polícia no bairro Vila Acre. Nascimento teria feito uma família refém durante um assalto e, ao tentar fugir, entrou em confronto com a Polícia Militar, que acabou revidando.

Inicialmente, a polícia informou que o assaltante era menor de idade, mas depois o Instituto Médico Legal (IML) confirmou a identidade de Nascimento.

Após uma madrugada com ao menos nove ocorrências, entre elas a perda total do arquivo cultural do Parque Capitão Círiaco, o secretário de Segurança Pública, Emylson Farias, anunciou o reforço de 373 membros das polícias Militar, Civil, Federal e Rodoviária Federal (PRF), Exército, Corpo de Bombeiros, Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTras), além de representantes do Ministério Público do Acre (MP-AC) e do Judiciário participam da operação.

Do G1 AC

Imagens Divulgação