• Home
  • Cultura
  • Auto da Paixão estreia com a nova marca da inclusão social

Auto da Paixão estreia com a nova marca da inclusão social

A estreia da edição 2016 do Auto da Paixão de Cristo na noite desta terça-feira (22.03) atraiu cerca de sete mil pessoas ao Memorial Papa João Paulo II, marcando o lançamento da nova proposta de transformar o evento religioso em um grande programa de inclusão social e produtiva.

O governador Pedro Taques destacou algumas singularidades e especificidades trazidas este ano pelo evento. “Este projeto está reunindo católicos e evangélicos, indígenas, catadores, estrangeiros, recuperandos, atores profissionais e amadores, além de vários setores da gestão pública estadual e a iniciativa privada”, pontuou.

Taques ainda observou que todo o esse cenário, vestimentas e adereços serão guardados para o próximo ano. “Agradeço o envolvimento de todos os gestores, servidores e parceiros, do grupo Cena Onze e voluntários para que este evento pudesse ser real dentro da nossa proposta de promover o cidadão por meio da cultura e religiosidade”.

Coordenadora do Núcleo de Ações Voluntárias (NAV), a primeira dama Samira Martins traduziu a grandiosidade do evento apontando a geração de 950 empregos diretos e indiretos, a inclusão do público vulnerável, com direito a cachê, vale refeição e vale transporte.

“Me sinto muito orgulhosa de fazer parte da organização deste evento, principalmente por compartilhar da dedicação de cada um em busca do sucesso do projeto. O que vamos levar para nossas vidas é o exemplo de tolerância e dedicação”, afirmou a primeira-dama.

O secretário de Estado de Trabalho e Assistência Social, Valdiney de Arruda, enfatizou a energia que o governo tem colocado para promover ações de inclusão social e produtiva no Estado dentro do propósito de não deixar nenhum cidadão para trás. “E este novo modelo é um dos resultados deste esforço, porque está gerando emprego e renda e promovendo a inclusão do público vulnerável”.

Dom Milton, Arcebispo de Cuiabá, enalteceu a união de católicos e evangélicos em torno do evento, a dedicação dos atores e agradeceu, emocionado, o idealismo de todas as pessoas envolvidas na organização. “Que todos possam absorver Deus nos sentimentos e pensamentos durante os dias de encenação do Auto da Paixão”.

Presidente do Conselho de Ministros Evangélicos de Mato Grosso (Comec), o bispo Aroldo Telles considerou histórico este momento de união entre evangélicos e católicos. “Estamos juntos para louvarmos a Deus e este também representa um momento muito importante, a prova de que tudo é possível àquele que crê e que o senhor está chamando o Estado para louvá-lo. É disso que precisamos, de unidade e amor”, completou.

Público

A primeira noite do Auto da Paixão de Cristo, que tem o ator global Henry Castelli interpretando Jesus Cristo, levou pessoas de todas as idades, famílias inteiras ao Memorial Papa João Paulo II. Dona Clementina Arruda, de 84 anos, fez questão de assistir a encenação, assim como o servidor público Demárcio Guimarães, que foi com a família já na estreia do evento.

O Auto da Paixão de Cristo segue no Memorial Papa João Paulo II, em Cuiabá, até o dia 27 de março. A entrada é gratuita. No local o público também encontarrá feira de economia criativa e apresentações musicais. O espaço é aberto a partir das 17 horas e a encenação começa às 20h.

Programação

Quarta-feira (23.03)

18h às 21h – Banda Viver em Cristo e Coral Som dos Corações
21h às 22h – Ministério de Louvor Novo Horizonte

Quinta-feira (24.03)

18h – Mitra
19h – Grupo Vocal Um Só Louvor
21h – Banda Forró Buscai

Sexta-feira (25.03)

18h às 20h – Banda Príncipe da Paz
21h às 22h – Ministério Pão da Vida Ide de Louvor

Sábado (26.03)

18h às 20h – Ministério Na Rocha Louvor e Adoração
21h às 22h – IES Cuiabá Rede Ide Jovens Louvor

Domingo (27.03)

18h às 20h – Banda Os Bençãos
21h às 22h – Ministério Luiz Queiroz

Por Sandra Carvalho | Setas-MT

Fotos: Mayke Toscano