• Home
  • Esporte
  • Corinthians sofre para manter 100% na Libertadores, mas bate Santa Fe e segue invicto

Corinthians sofre para manter 100% na Libertadores, mas bate Santa Fe e segue invicto

Diego Garcia, de São Paulo (SP), para o ESPN.com.br

Foi sofrido de novo, mas o Corinthians venceu mais uma na temporada. Desta vez, a vítima foi o Independiente Santa Fe-COL, que sucumbiu por 1 a 0 nesta quarta-feira, na Arena Corinthians, em duelo válido pela segunda rodada do grupo 8 da Copa Libertadores. O gol da vitória foi de Guilherme, no meio da etapa complementar, após jogada de Fagner e cruzamento na medida de Rodriguinho.

O resultado deixou a equipe alvinegra no topo da chave, agora com seis pontos e 100% de aproveitamento na competição – são dois triunfos em duas partidas (na estreia a equipe de Tite superou o Cobresal-CHI).

Já na temporada, o Corinthians soma sete vitórias e dois empates, alcançando nove confrontos de invencibilidade – os outros sete foram pelo Campeonato Paulista.

Na semana passada, o Cerro Porteño-PAR já havia batido o Cobresal-CHI e alcançado os quatro pontos, agora na vice-liderança do grupo 8 do torneio continental.

Na próxima quarta-feira, o Corinthians enfrenta o Cerro Porteño, em Assunção, a partir das 19h30 (de Brasília). Cobresal e Santa Fe se enfrentam no mesmo dia, mas às 17h15.

Antes disso, o time do Parque São Jorge volta a campo no domingo, quando faz o clássico alvinegro diante do Santos, na Vila Belmiro, pelo Paulistão.

O público desta quarta-feira foi o recorde da equipe alvinegra na temporada em Itaquera: 38.818 pagantes. A renda foi de R$ 2.438.460,50.

O jogo em Itaquera

Apostando na mesma formação que bateu o Oeste por 1 a 0 no sábado, só com a volta de Cássio no gol de diferente, o Corinthians dominou a maior parte das ações no primeiro tempo, mas errou muitos passes e penou na marcação pressão em alguns momentos.

Dessa forma, viu o Santa Fe crescer na etapa final e ameaçar a meta de Cássio, por pouco não deixando a etapa inicial com o triunfo parcial.

A primeira grande chance ocorreu aos 18 minutos. Guilherme recebeu pela direita e cruzou na área, Lucca escorou de cabeça e deixou André livre, embaixo do gol, para completar. Mas o camisa 9 não alcançou e desperdiçou.

Cinco minutos depois, Tesillo se enrolou e deixou Giovanni Augusto livre, de cara com o goleiro rival, mas o meio-campista tentou dar cavado e obrigou a zaga a tirar em cima da linha.

Aos 37, Gomez chutou de fora da área, Felipe desviou no meio do caminho e obrigou o goleiro Cássio a fazer grande defesa, salvando o Corinthians.

Na etapa complementar, o jogo recomeçou truncado, com o Santa Fe esperando pelos contra-ataques, e o Corinthians ainda apostando na marcação pressão.

Aos 20, deu resultado. Fagner correu pela direita e tocou para Rodriguinho que, quase sem ângulo, virou e cruzou. A bola atravessou a área e encontrou Guilherme livre para cabecear e abrir o placar em Itaquera.A partir daí, o jogo voltou a permanecer disputado.

O Santa Fe apostava nas bolas alçadas na área, mas Cássio vivia noite inspirada e não deixava passar nenhuma. Já o Corinthians teve chances em contra-ataques, porém sem efetividade.

E foi só em Itaquera. Sofrido, mas o bastante para manter o Corinthians invicto na temporada e com 100% de aproveitamento na Libertadores.

FICHA TÉCNICA:
CORINTHIANS 1 X 0 SANTA FE

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data: 2 de março de 2016, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Mauro Vigliano (ARG)
Assistentes: Juan Belatti (ARG) e Cristian Navarro (ARG)
Público: 39.246 espectadores (38.818 pagantes)
Renda: R$ 2.438.460,00
Cartões amarelos: Fagner (Corinthians); Gordillo (Santa Fe)
Gol: Guilherme, aos 19 minutos do segundo tempo

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Felipe, Yago e Uendel; Bruno Henrique (Edílson), Giovanni Augusto, Rodriguinho, Guilherme (Willians) e Lucca; André (Danilo). Técnico:Tite

SANTA FE: Zapata; Otálvaro (Soto), Mina, Tesillo e Balanta; Perlaza, Gordillo, Roa (Rivas), Gómez (Otero) e Seijas; Ibarguen. Técnico: Gerardo Pelusso