• Home
  • Geral
  • Prefeito Mauro Mendes anuncia leis mais rigorosas para combater o mosquito

Prefeito Mauro Mendes anuncia leis mais rigorosas para combater o mosquito

 

Ministro Kassab participa em Cuiabá de mobilização nacional contra o Aedes aegypti .

Cuiabá vai tornar leis que disciplinam as questões urbanas mais severas. De acordo com o prefeito Mauro Mendes, um projeto de lei, de número 004, está sendo finalizado. Entre as questões a serem abordadas estão à garantia legal de acesso dos agentes de saúde e fiscais, às residências fechadas e penas mais severas aos que não realizarem a limpeza de seus imóveis. O anúncio foi feito na manhã deste sábado (13) durante o lançamento na capital mato-grossense, da mobilização nacional de combate ao mosquito Aedes aegypti.

“A saúde pública coletiva está em risco hoje no Brasil. Este é um momento crítico onde o poder público e os cidadãos precisam fazer cada um a sua parte e, se não houver um esforço concentrado nesse momento, e a conscientização de que cada um é responsável, não iremos vencer esta guerra”, destacou Mauro Mendes, no lançamento da ação, que teve as presenças do ministro das Cidades, Gilberto Kassab, e do governador Pedro Taques.

O dia “D” em Cuiabá teve inicio às 7h com a concentração na quadra do Complexo Poliesportivo Dom Aquino, na região Leste de Cuiabá, dos 300 integrantes do Exército Brasileiro, 120 do Corpo de Bombeiros Militar, 20 da Defesa Civil, 110 Agentes de Combate a Endemias e 105 Agentes Comunitários de Saúde, além de agentes das Secretaria de Obras, Serviços Urbanos, Assistência Social, Ordem Pública e Governo e Comunicação do município. Cerca de mil pessoas acompanharam a solenidade.

Esse contingente tem como meta visitar neste sábado, 5 mil imóveis levando orientação aos moradores. Posteriormente, o trabalho continua com nebulização espacial (borrifação), quando necessário, fiscalização sanitária, notificação e posterior multa para aqueles que não cumprirem as notificações e reincidentes e, recolhimento do lixo.

O general José Carlos Braga Avellar, comandante da 13ª Brigada de Infantaria do Exército, pediu que a população receba as equipes e disse que a “participação dos militares ocorre pela facilidade das Forças Armadas de mobilizar uma quantidade tão grande de pessoas. Mas são importantes a credibilidade e as informações da imprensa para que as pessoas abram as casas”, destacou Avellar.

No bairro Dom Aquino, além da entrega de material informativo que orienta a população sobre a importância de eliminar os criadouros do mosquito em suas casas, serão feitas também aplicação de larvicidas em caixas d’água. 

Esse trabalho foi acompanhado pelo ministro das Cidades, Gilberto Kassab, pelo governador Pedro Taques, e pelo prefeito Mauro Mendes e autoridades, logo após a solenidade de lançamento que contou com uma apresentação das ações que vêm sendo realizadas em Cuiabá.

O Ministro Gilberto Kassab elogiou o protagonismo e iniciativa da Prefeitura de Cuiabá, pelo esforço que vem sendo realizado desde o ano passado no combate aos possíveis focos do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika, inclusive com a utilização de tecnologia, no mapeamento e localização desses criadouros.  

“Quero parabenizar Cuiabá e Mato Grosso pelo exemplo de engajamento na frente nacional e salientar que esta ação é o testemunho do compromisso e do esforço do governo federal para a contenção do mosquito, lembrando que o empenho das Forças Armadas é fundamental nessa mobilização”.  

O governador Pedro Taques também destacou o trabalho do Exército, elogiou o empenho dos agentes comunitários de saúde, e de combate a endemias e cobrou responsabilidade de todos os cidadãos no combate ao Aedes aegypti. “Casa um tem que cuidar do seu imóvel, facilitando o acesso dos agentes de saúde. Todo cidadão é um soldado nessa guerra”, disse ele, lembrando que a ação mostra a união entre os governos federal, estadual e municípios no combate ao mosquito. 

Números

Segundo dados da Diretoria de Vigilância em Saúde, em relação à dengue, somente este ano já foram notificados 409 casos da doença, enquanto que da zika, já foram notificados 1.255 casos.

Em relação ao bairro Dom Aquino foram 13 casos notificados de dengue e 40 de zika em 2016.

No bairro, a infestação larvária entre 2010 e 2015 foi de 6,3 em média.

Participaram da solenidade de lançamento do dia “D” em Cuiabá, autoridade federais, estaduais e municipais.

Confira o Boletim Semanal DCZ – Dengue, Chikungunya, Zika Vírus

Texto : Maria Barbant

Foto: Marcos Vergueiro

Secom-Cuiabá